A psicologia e suas contribuições nas práticas jurídicas

Silvia Miranda Amorim

Resumo


A Psicologia Jurídica é uma área de estudo em expansão que analisa os aspectos psicológicos em função do jurídico. O objetivo desse artigo é abordar, em forma de revisão bibliográfica, como os estudos em Psicologia podem contribuir e serem aplicados às práticas jurídicas, bem como o desenvolvimento desses estudos com o passar do tempo e ainda a atuação do psicólogo especificamente nesse meio. Os estudos comprovam que a relação entre a Psicologia e o Direito passou por um avanço, mas que ainda é necessário qualificação e formação especifica na área. Um melhor desenvolvimento da área pode se dar por meio de mais publicações que sirvam como guia para uma atuação interdisciplinar mais embasada e coerente com os papeis exercidos por cada profissional.

Palavras-chave


Psicologia Jurídica; Psicologia Forense.

Texto completo:

PDF PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Silvia Miranda Amorim

      https://www.sumarios.org/revista/romanitas   http://www.cnen.gov.br/centro-de-informacoes-nucleares/livre

Revista Vox é uma publicação eletrônica semestral mantida pela Faculdade de Direito e Ciências Sociais do Leste de Minas (FADILESTE). ISSN: 2359-5183.
Para melhor visualização recomendamos a resolução mínima de 1024 x 768.