Neoliberalismo e relações sociais: notas para uma abordagem freudo-marxista

Alessandro da Silva Leite

Resumo


O escopo deste trabalho é abordar criticamente a dinâmica das relações sociais, com ênfase nas relações de trabalho, no contexto do neoliberalismo. Busca-se entender dialeticamente como o capitalismo, estruturando a dinâmica social, produz efeitos também estruturantes na organização subjetiva dos indivíduos. A hipótese aqui explorada é a de que o neoliberalismo – ou o “novo capitalismo”, ao reorganizar as estruturas econômicas, produz efeitos na rede de relações e de funções de natureza política, econômica e psíquica existente na cultura dos grupos sociais. Este artigo organiza-se em três partes. Na primeira, é feita uma breve apresentação do freudo-marxismo, na segunda, aborda-se a noção de neoliberalismo como a nova fase de acumulação do capital e na terceira parte, destaca-se alguns efeitos nos campos subjetivos e sociais.


Palavras-chave


Neoliberalismo; Freudo-marxismo; Relações sociais de produção.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Alessandro da Silva Leite

      https://www.sumarios.org/revista/romanitas   http://www.cnen.gov.br/centro-de-informacoes-nucleares/livre

Revista Vox é uma publicação eletrônica semestral mantida pela Faculdade de Direito e Ciências Sociais do Leste de Minas (FADILESTE). ISSN: 2359-5183.
Para melhor visualização recomendamos a resolução mínima de 1024 x 768.