O direito ao esquecimento: a influência da informação na vida social

Francelly Bernardes Martins, Hugo Garcez Duarte

Resumo


No presente artigo se faz uma análise do sistema tecnológico, com vistas a, por meio do método indutivo-dedutivo, concluir que o direito ao esquecimento é insofismável a qualquer pessoa. Assim, não seria possível admitir que a tecnologia, ainda que bem vinda, prejudique e atente contra princípios fundamentais, devendo respeitar, principalmente, a vontade, a intimidade e a privacidade do indivíduo, bem como a soberania nacional dos países.

 


Palavras-chave


Esquecimento; Informação; Pena; Garantias; Ponderação.

Texto completo:

PDF PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Francelly Bernardes Martins, Hugo Garcez Duarte

      https://www.sumarios.org/revista/romanitas   http://www.cnen.gov.br/centro-de-informacoes-nucleares/livre

Revista Vox é uma publicação eletrônica semestral mantida pela Faculdade de Direito e Ciências Sociais do Leste de Minas (FADILESTE). ISSN: 2359-5183.
Para melhor visualização recomendamos a resolução mínima de 1024 x 768.