Interação ética e política: uma esfinge que nos questiona e desafia?

Fernanda Barbosa dos Santos

Resumo


Objetiva-se analisar os efeitos da crise política e ética instalada sobre as instituições. Deve-se instaurar uma justa ética na política, uma harmonia entre bem público e bem particular sem confundir as especificidades do político e do ético. O tratamento dessa questão não pode ser equacionado com a introdução de pequenas reformas institucionais, mas através de um redirecionamento ético e cultural da classe política, capaz de diminuir o antagonismo na base da sociedade política entre a dicotomia “ética dos resultados” e a “ética dos valores”, evitando o realismo político, onde os fins justificam os meios (Maquiavel). Para Norberto Bobbio a divisão entre princípios e resultados, ou entre ética coletiva e ética individual, é inevitável e constitui uma tensão estrutural da política. O clamor público por mais ética na política deve ser compreendido através de um choque de moralidade, uma melhor realização da ética própria da política, que a direciona para o serviço da justiça, da felicidade e liberdade dos cidadãos. A política e a moral, embora expressem esferas de ação e de comportamento humano específicas são igualmente importantes e, necessário se torna seu entrelaçamento para uma transformação social através de um equilíbrio entre o realismo político e o moralismo absoluto.


Palavras-chave


Crise Política e Ética; Moralização da Política; Ética dos Resultados; Ética dos Valores.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Fernanda Barbosa dos Santos

      https://www.sumarios.org/revista/romanitas   http://www.cnen.gov.br/centro-de-informacoes-nucleares/livre

Revista Vox é uma publicação eletrônica semestral mantida pela Faculdade de Direito e Ciências Sociais do Leste de Minas (FADILESTE). ISSN: 2359-5183.
Para melhor visualização recomendamos a resolução mínima de 1024 x 768.