O aborto no ordenamento jurídico brasileiro e o postulado da proporcionalidade

Américo Braga Júnior, Tamirez Rodrigues Costa

Resumo


A sociedade complexa caracteriza-se pela pluralidade que materializa-se, no plano abstrato, pelo reconhecimento de extenso rol de direitos e garantias fundamentais que, inexoravelmente, colidem no plano dos fatos. O procedimento da ponderação de Robert de Alexy surge como método de argumentação racional, através de atribuição de pesos aos princípios colidentes, em conformidade com uma escala triádica de afetação, de modo a reduzir a discricionariedade do órgão julgador, que fragiliza, de sobremaneira, a democracia. Tendo por locus privilegiado a discussão acerca do delito de aborto, o procedimento da ponderação torna-se método importante para a reflexão acerca da constitucionalidade das hipóteses lícitas de aborto. Quais seriam, então, as hipóteses de aborto aceitáveis pela Constituição da República de 1988?


Texto completo:

PDF

Referências


ALEXY, Robert. Teoria discursiva do direito/Robert Alexy; organização, tradução e estudo introdutório Alexandre Travessoni Gomes TRIVISONNO. 1. Ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2014.

ALEXY, Robert. Teoria dos Direitos Fundamentais. Tradução Virgílio Afonso da Silva. 5. Ed. São Paulo: Malheiros, 2014.

BARROSO, Luís Roberto. Interpretação e aplicação da constituição: fundamentos de uma dogmática constitucional transformadora. 7. ed. Ver. São Paulo: Saraiva: 2009.

BOBBIO, Norberto. Teoria do Ordenamento Jurídico/Norberto Bobbio: apresentação Tércio Sampaio Ferraz Júnior, trad. Maria Celeste C. J. Santos; ver. téc. Cláudio de Cicco. 6 ed. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 1995.

DWORKIN, Ronald. Levando os direitos a sério/Ronald Dworkin; trad. E notas Nelson Boeira. 1. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

HART, Herbert L. A. O conceito de direito. Trad. A. Ribeiro Medes. 3. ed. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2007.

KELSEN, Hans. Teoria pura do direito/Hans Kelsen; trad. João Baptista Machado. 6. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

OLIVEIRA, Rafael Tomaz de. Decisão Judicial e o Conceito de Princípio: A hermenêutica e a (in)determinação do Direito. Porto Alegre: Livraria do Advogado Editora, 2008.

SILVA, Virgílio Afonso da. Direitos Fundamentais: conteúdo essencial, restrições e eficácia, 2. ed. 2. tiragem. São Paulo: Malheiros, 2011.

STRECK, Lenio Luiz. Verdade e Consenso: Constituição, Hermenêutica e Teorias Discursivas. Da possibilidade à necessidade de respostas corretas em Direito. 3. ed., ver., ampl., e como posf. Rio de Janeiro: Editora Lumen Juris, 2009.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Américo Braga Júnior, Tamirez Rodrigues Costa

      https://www.sumarios.org/revista/romanitas   http://www.cnen.gov.br/centro-de-informacoes-nucleares/livre

Revista Vox é uma publicação eletrônica semestral mantida pela Faculdade de Direito e Ciências Sociais do Leste de Minas (FADILESTE). ISSN: 2359-5183.
Para melhor visualização recomendamos a resolução mínima de 1024 x 768.